"Que vergonha!" por Miguel Baldez

Notícias

QUE VERGONHA! 
Por Miguel Baldez

É o que sinto, companheiras e companheiros. Com o apoio dado pela OAB ao desavergonhado golpe que, hoje, se dissimula em impeachment ou em ações supostamente legítimas de juristas encastelados em tribunais superiores, uma vergonha profunda que vem lá da minha formação de advogado, sempre militando junto às lutas populares, mesmo enquanto fui Procurador do Estado do Rio de Janeiro (hoje aposentado). Como advogado, tive a honra de combater, dentro de meus limites mas ativamente, a ditadura empresarial-militar e conviver com a OAB de Raimundo Faoro, Eduardo Seabra Fagundes e mais recentemente, no Rio, Wadih Damous.

Saudade imensa daquela OAB, e vergonha de sua atual direção. Felizmente tive notícia de que o Presidente da Seção do Rio de Janeiro foi voto divergente e democrático na lamentável decisão golpista, era o que dele se esperava em respeito a sua importante e histórica ascendência.

Fica o meu apelo a companheiras e companheiros. Fiquemos fiéis à histórica, democrática e corajosa postura da nossa eterna instituição de classe. Salve a OAB! Mas, em sentido absoluto, a salvemos mesmo de seus atuais dirigentes.

* Procurador do Estado do Rio de Janeiro, aposentado, coordenador do Instituto de Estudos Críticos do Direito (IECD) e assessor de movimentos populares.