Demissões anuladas na Gama Filho

Notícias

17/01/2012

A juíza da 22ª Vara do Trabalho, dra. Claudia Reina, anulou as demissões dos professores da Gama Filho, ao conceder liminar, em Ação Civil Pública proposta pelo Sinpro-Rio .

Isto significa que todas as comunicações de dispensas e os avisos prévios estão cancelados. A Gama Filho deve fazer a reintegração de todos os professores e pagar o salário do mês de dezembro de 2011. Não existe, contudo, a necessidade de retorno imediato dos professores à Instituição, em razão do recesso acadêmico.

Foi fixada uma multa de R$ 5 mil por professor, caso a UGF descumpra a decisão. A audiência foi marcada para o dia 31 de janeiro de 2012. Para outros esclarecimentos, entre em contato com o Sinpro-Rio .

Isto significa que todas as comunicações de dispensas e os avisos prévios estão cancelados. A Gama Filho deve fazer a reintegração de todos os professores e pagar o salário do mês de dezembro de 2011. Não existe, contudo, a necessidade de retorno imediato dos professores à Instituição, em razão do recesso acadêmico.

Foi fixada uma multa de R$ 5 mil por professor, caso a UGF descumpra a decisão. A audiência foi marcada para o dia 31 de janeiro de 2012. Para outros esclarecimentos, entre em contato com o Sinpro-Rio .

Foi fixada uma multa de R$ 5 mil por professor, caso a UGF descumpra a decisão. A audiência foi marcada para o dia 31 de janeiro de 2012. Para outros esclarecimentos, entre em contato com o Sinpro-Rio .