Justiça determina reintegração do professor aos quadros da Estácio

Notícias

Decisão proferida pelo O Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região determinou que o professor Marco Apolo da Silva Ramidan fosse reintegrado aos quadros de docentes da Universidade Estácio de Sá (Sociedade de Ensino Superior Estácio de Sá). O professor retomou nessa segunda-feira (09/1) suas atividades como professor da Faculdade de Direito.

De acordo com a ação proposta pelo Sindicato dos Professores do Município do Rio de Janeiro, a dispensa do professor foi arbitrária, tendo em vista que não foi aprovada pelo Conselho Departamental, contrariando as regras estatutárias da própria Instituição.

A falta de aprovação pelo Conselho departamental somada aos 20 anos de prestação de serviços a Instituição serviram de base para decisão proferida que anulou a dispensa e determinou a reintegração.