Por causa da crise do combustível, a Feteerj e Sindicatos reivindicam abono de ponto para os professores

Notícias

Em razão da greve dos caminhoneiros que reduziu a frota de ônibus e outros meios de transporte, a Feteerj e os Sindicatos de Professores filiados reivindicam que as direções de escolas abonem o ponto dos professores que não conseguirem chegar ao trabalho.
Queremos evitar que o professor(a) tenha qualquer prejuízo na sua vida funcional.
Reivindicamos, além disso, que as aulas desta segunda-feira (dia 28 de maio) sejam suspensas para não prejudicar ainda mais aos alunos e profissionais que estão enfrentando dificuldades. E que as mesmas só sejam reiniciadas assim que a situação se normalizar.
A crise de combustível foi provocada pela política irresponsável dos preços de combustível do governo ilegítimo de Temer, que aumentou mais de 200 vezes os preços do diesel e da gasolina desde que tomou o poder, há dois anos, derrubando a presidente Dilma, democraticamente eleita.
Fora Temer! Nenhum direito a menos!