Professores da Candido Mendes continuam em greve

Notícias

Com quatro meses de salários atrasados, o não complemento do 13º e o sem o pagamento dos passivos acumulados desde 2001, os professores da Universidade Candido Mendes continuam em greve por tempo indeterminado. Dentre esses passivos reivindicado pelos docentes estão:

- Pagamento de 50% de total dos salários de novembro de 2003 a janeiro de 2004

- 13º de 2001 a 2003

- Férias de 2001, 2002, 2003, 2005, 2006, 2007 e 2008

- Não recolhimento do FGTS há mais de 10 anos.

A próxima assembleia dos professores, para deliberar os rumos do movimento, será no dia 2 de março, às 12h, na unidade Centro.