Ed. Superior: deliberações da assembleia de 29/05

Destaque na primeira pagina, Notícias


Ed. Superior: deliberações da assembleia de 29/05

O Sinpro-Rio realizou Assembleia Virtual de Mobilização e Organização da Educação Superior em 29 de maio de 2021, quando foi aprovada por ampla maioria a proposta de intensificação da mobilização referente à Campanha Salarial 2021. 

Foram apresentados informes do Jurídico e dos atos públicos em frente a escolas e nas ruas. Em relação à Comunicação, foram destacadas as comemorações dos 90 anos do Sinpro-Rio, em 31 de maio, com pauta no programa de rádio do Sindicato, às 15h, e também a apresentação de uma "live" com as presenças do sociólogo português Boaventura Sousa Santos e do cineasta Silvio Tendler, às 18h. Mediada pelo presidente do Sinpro-Rio, Oswaldo Teles, a live abordará o momento político em que vivemos, em plena pandemia, e as atuais perspectivas do sindicalismo.

Posteriormente, o  presidente Oswaldo Teles informou que o patronato, além de tentar não dar nenhum tipo de reajuste à categoria, ainda quer tirar direitos conquistados da Convenção Coletiva de Trabalho. O dirigente ressaltou que a assembleia dos patrões negou todas as propostas apresentadas pelo Sindicato, antes de qualquer negociação, e ainda acena com ameaças à Convenção Coletiva de Trabalho da Educação Superior, a melhor do Brasil. 

Para Oswaldo Teles, “A meta patronal é destruir nossas conquistas, e somente a intensificação da mobilização e atuação da categoria é que poderá conquistar resultados positivos no enfrentamento. Eles vêm com a política de ‘passar a boiada’, negando nossas propostas sem qualquer negociação e ainda ameaçando de nos prejudicar na Convenção Coletiva. Nossa consciência é que nos organiza. Vamos intensificar a campanha de mídia, vamos imprimir jornal, destacando a importância de nossa Convenção Coletiva e conclamamos professoras e professores a engrossarem nossa mobilização. É fundamental que conversem com os colegas sobre a situação, que participem mais da nossa Comissão de Educação Superior que tem autonomia para publicar textos e realizar debates constantes sobre a situação. Temos que mostrar indignação pelo que vem acontecendo na Educação Superior, numa corrente de luta.”

A data da próxima assembleia será agendada pela diretoria, de acordo com a necessidade de organização da luta e o caminhar das negociações com o patronato.