Universidade Castelo Branco encerra cerca de 8 cursos e surpreende estudantes e professores/as

Hoje, dia 29 de julho, através da grande imprensa, o Sinpro-Rio tomou conhecimento do encerramento de cerca de 8 cursos oferecidos pela Universidade Castelo Branco (UCB).

Tal notícia não surpreende o sindicato, tendo em vista que, há alguns anos, a instituição não vem cumprindo com as obrigações trabalhistas referentes aos professores e às professoras da instituição. Fato é que o Sinpro-Rio dá total assistência jurídica e política a esses profissionais que, dentre múltiplos problemas, têm seus salários, FGTS, férias e 13º salário não pagos por vários períodos, o que já levou o Sinpro-Rio a ajuizar diversas ações individuais e coletivas contra a UCB.

O Sinpro-Rio irá, de forma oficial, questionar a instituição sobre o futuro dos/as professores/as destes cursos encerrados e já se coloca à disposição de todos eles e todas elas, para prestar sua assistência sindical.

O Sinpro-Rio entende ainda que este modus operandi de liberalidade de encerramento de cursos e, com isso, de se deixar alunos – em boa parte, de baixa renda – sem perspectiva de conclusão do curso é resultado de uma incapacidade e uma conivência da atual gestão do MEC junto às IES privadas, quanto à falta de fiscalização e implementação de punições de casos como este, que podem ser abusivos.

Sendo assim, o sindicato se solidariza com os professores e as professoras, com os alunos e seus familiares que, nesse momento, mais uma vez, são prejudicados pela instituição.

<- Voltar