"Saúde do Professor" é apresentada no Conselho Municipal de Educação

Notícias

No dia 26 de maio, o Conselho Municipal de Educação recebeu o presidente do Sinpro-Rio, Wanderley Quêdo, para a apresentação da campanha "Condições de Trabalho e Saúde do Professor".

Wanderley explicou que a campanha teve início com a Campanha da Voz, que esteve em mais de 440 escolas e contou com a participação de mais de 10 mil professores. Foi constatado que 45% dos docentes tinham problemas vocais e que, na maioria das vezes, a causa era emocional. Assim, o Sinpro-Rio entendeu que era preciso cuidar não só da voz, mas também da saúde emocional, que passa também pelas suas condições de trabalho.

Sendo assim, o Sindicato resolveu trabalhar oito questões que, nos últimos tempos, vem chamando a atenção do Departamento Jurídico e dos diretores: síndrome de Burnout; uso da voz em sala de aula; a questão do atendimento online; a defesa das férias em janeiro e de um calendário único; a luta contra a violência física e o assédio moral; e a exaustão emocional.

Finalizando, Wanderley destacou que as péssimas condições de trabalho e saúde do professor "não são só um problema corporativo, mas também social. É um problema de todos. Nós, do Sindicato, estamos dando a nossa contribuição e chamando para um questionamento".

Encerrando a participação do Sinpro-Rio na reunião, umas das representantes do poder público no Conselho Municipal de Educação, Maria de Nazareth Machado de Barros Vasconcellos, agradeceu a presença e se disponibilizou o espaço para futuros debates.

Para ver fotos clique aqui.