A Força, os Ensinamentos e a obra de Paulo Freire

Postado: quarta-feira, 5 junho , 2019

Filiados ao Sinpro-Rio e 1 acompanhante pagam meia entrada.

Depois de uma emocionante passagem pelo Parque das Ruínas, "Paulo Freire, o andarilho da utopia" estreia nova temporada no Glaucio Gill.

"Não é possível refazer este país, democratiza-lo, humaniza-lo, torna-lo sério, ofendendo a vida, destruindo sonho, inviabilizando o amor. Se a educação sozinha não transforma a sociedade sem ela tampouco a sociedade muda." Este foi um dos últimos escritos do mestre Paulo Freire antes de falecer em 02 de maio de 1997. Assustadoramente atual. Em tempos em que a educação pública corre o risco de ser drasticamente reduzida, lutar pela dignidade humana é fundamental. Isso é Paulo Freire mais vivo do que nunca!

Foi a partir do legado que Paulo Freire deixou na mente e corações dos brasileiros, que Richard Riguetti (ator), Luiz Antônio Rocha (encenação) e Junio Santos (dramaturgia) decidiram levar a emocionante e inspiradora vida do educador para os palcos no espetáculo "Paulo Freire, o andarilho da utopia" – e lá também reproduzem a icônica entrevista de 97. Após passagens pelo Espírito Santo, Rio Grande do Norte e Rio de Janeiro, o espetáculo, que já foi assistido por quase 5 mil pessoas em 18 apresentações, cumpre nova temporada no Teatro Glaucio Gill (de 7 de junho a 1º de julho, sempre às 20h). A peça derrama no palco a trajetória e os causos de um dos mais notáveis pensadores da história da educação mundial. O espetáculo propõe uma reflexão, mostrando a sociedade e o planeta em constante mudança através da ótica Freiriana, misturando elementos das linguagens do teatro, do palhaço e do teatro de rua. Em todas as sessões, logo após a peça, acontece uma roda de conversa com o diretor e o ator do espetáculo, uma troca de ideias e ideais sobre o mestre patrono da educação brasileira.

A encenação de Luiz Antônio Rocha ('Frida Kahlo, a Deusa Tehuana'; 'Brimas' e 'Zilda Arns, a dona dos lírios') propõe uma estrutura narrativa que leva a um lugar de ideias e reflexão. Ele explica: "O brasileiro gosta de histórias. Gosta de pessoas que inventam, que abrem caminho, que enfrentam desafios, que são corajosas. O brasileiro está imerso em crenças fortes, em uma diversidade e cultura preciosas. Nossa brasilidade carrega paixão e acolhe arte antes mesmo de saber que é arte. Assim trazemos a presença iluminada de Paulo Freire através de uma dramaturgia que abarca formas brincantes como o circo e o teatro de rua. Essa brincadeira que propomos rompe barreiras de tempo e lugar. Nos leva à lua, um lugar de exílio e reflexão. Traz o encanto das palavras encharcadas de significados tão amorosas de Paulo Freire e de suas ideias. São ideias mais que nunca atuais, vivas e necessárias diante da realidade que neste momento nos envolve" destaca o diretor.

SERVIÇO: "PAULO FREIRE, O ANDARILHO DA UTOPIA"
Monólogo teatral inspirado na trajetória e na obra do patrono da educação Brasileira, marca os 40 anos de atividade artística do ator e palhaço Richard Riguetti.
Dramaturgia – Junio Santos / Ator – Richard Riguetti / Encenação – Luiz Antônio Rocha
TEMPORADA: de 7 de junho a 1º de julho de 2019 | Sexta à Segunda-feira |Horário: 20h
LOCAL: Teatro Glaucio Gill. Praça Cardeal Arcoverde, s/nº - Copacabana. Tel: 2332 7904
INGRESSOS: R$ 50 (inteira) e R$ 25 (meia entrada) | Capacidade: 150 lugares
Recomendado para maiores de 12 anos