Assembleia unificada delibera por adesão à Greve Geral de 14/06

Notícias

A assembleia Unificada do Sinpro-Rio, realizada em 01 de junho, aprovou por unanimidade a participação na Greve Geral do dia 14 de junho, contra a Reforma da Previdência. Na ocasião, foi apresentado ainda um balanço sobre o andamento da Campanha Salarial 2019. A Assembleia aprovou que não aceitará reajuste abaixo do INPC e que a luta é por ganho real.

O presidente do Sinpro-Rio, Oswaldo Teles, ressaltou a importância da participação da categoria na paralisação de 15 de maio, expressiva na luta contra o desmonte da Educação e da Previdência. Lembrou ainda a mobilização conjunta entre professores e estudantes no 30 de maio, acentuando que 14 de junho será maior ainda, como um dia fundamental no enfrentamento contra os desmandos do governo: "A categoria nunca deixou de lutar, dando provas de mobilização, como nos dias 15 e 30 de maio recentes. Dia 14 de junho não será diferente. Querem esmagar o mais pobre, a classe trabalhadora, com a Reforma da Previdência e outras ações nefastas. Vamos à luta!

A assembleia aprovou ainda, como estratégia de mobilização, um conjunto de atos pela cidade (vejam o quadro abaixo).

O Aniversário de 88 anos do Sinpro-Rio, completado no dia 31 de maio, foi motivo de enaltecimento da luta pela Educação e Democracia! O diretor Antonio Rodrigues falou sobre os grandes momentos vividos pelo Sindicato, sendo endossado por outras professoras e professores presentes.

O Brasil vai parar no dia 14 de junho!