Assinada a Convenção Coletiva da Educação Superior

No dia 23 de novembro foi assinada a Convenção Coletiva de Trabalho dos professores da Educação Superior (CCT) bianual (2009/2010), resultante das negociações entre o Sinpro-Rio e o patronato, após sete meses de negociação e 25 reuniões paritárias.

Os docentes conseguiram o reajuste salarial, retroativo a 1º de abril deste ano com o pagamento da integralidade do INPC (5,92%) e as parcelas atrasadas até dezembro; o abono de 1% em novembro; o regime de trabalho integral; as adequações do aprimoramento acadêmico para as novas contratações; e a manutenção das demais cláusulas sociais, com as devidas atualizações da legislação educacional vigente. O acordo valerá até 31 de março de 2011.

Os professores que quiserem se opor a contribuição assistencial terão até o dia 11 de dezembro para comparecer ao Sindicato e assinar a carta de oposição.

Veja aqui a Convenção Coletiva de Trabalho de 2009/2010.

<- Voltar

No dia 23 de novembro foi assinada a Convenção Coletiva de Trabalho dos professores da Educação Superior (CCT) bianual (2009/2010), resultante das negociações entre o Sinpro-Rio e o patronato, após sete meses de negociação e 25 reuniões paritárias.

Os docentes conseguiram o reajuste salarial, retroativo a 1º de abril deste ano com o pagamento da integralidade do INPC (5,92%) e as parcelas atrasadas até dezembro; o abono de 1% em novembro; o regime de trabalho integral; as adequações do aprimoramento acadêmico para as novas contratações; e a manutenção das demais cláusulas sociais, com as devidas atualizações da legislação educacional vigente. O acordo valerá até 31 de março de 2011.

Os professores que quiserem se opor a contribuição assistencial terão até o dia 11 de dezembro para comparecer ao Sindicato e assinar a carta de oposição.

Veja aqui a Convenção Coletiva de Trabalho de 2009/2010.

<- Voltar

No dia 28 de maio de 2007, foi assinada e dada entrada na Delegacia Regional do Trabalho, para registro, a Convenção Coletiva de Trabalho da Educação Superior. Leia na integra a Convenção.

Sindicato conquista INPC e abono em outubro

Reajuste salarial: INPC (3,3%) de uma só vez + abono de 2% em outubro

O reajuste de 3,3% se aplica aos salários a partir de 1º de abril, sendo pagos de uma só vez. Em outubro, os professores farão jus a um abono de 2% do salário daquele mês, sem incorporação.

SINPRO-RIO MANTÉM TODAS AS CLÁUSULAS SOCIAIS
Com a manutenção das cláusulas sociais, os professores continuarão com os direitos constantes da atual Convenção, como: pisos salariais, anuênio, pagamento das atividades extraordinárias e janelas, adicionais por aprimoramento acadêmico, licença para aprimoramento acadêmico, multas na ocasião da demissão, complementação de auxílio doença, estabilidade da gestante e na pré-aposentadoria, e outras, que fazem com que os docentes do ensino superior do Rio tenham a melhor Convenção Coletiva do país.

COM A MANUTENÇÃO DO ANUÊNIO, O REAJUSTE DA MAIORIA DOS PROFESSORES DO ENSINO SUPERIOR SERÁ DE 4,3%
A manutenção do adicional por tempo de serviço (anuênio de 1%) é um ganho real para os professores. Logo, a maior parte dos docentes terá um reajuste de 1,033 x 1,01 = 1,043, ou seja, 1% de ganho real. Comissão Paritária Foi criada uma Comissão Paritária que discutirá, durante o ano de 2007, temas como: Educação à Distância, Pós-Graduação, duração das aulas noturnas e atualização da Convenção à nova legislação educacional (LDB).
Veja comentário.

Contribuição Assistencial – prazo para direito de oposição
A cláusula da contribuição assistencial estabelece o desconto de 2% (dois por cento) do salário, de uma só vez, no pagamento do mês de junho, garantido ao professor o direito de prévia oposição ao desconto, aprovado pela assembléia da categoria, no prazo de 20 (vinte) dias contados da data da assinatura da Convenção (dia 28 de maio de 2007), somente quando manifestada direta e pessoalmente na sede ou subsedes do Sinpro-Rio. O prazo para exercício do direito de oposição termina em 18 de junho (inclusive).

Fortaleça o seu Sindicato – Contribuição Assistencial, uma necessidade

<- Voltar

No dia 28 de maio de 2007, foi assinada e dada entrada na Delegacia Regional do Trabalho, para registro, a Convenção Coletiva de Trabalho da Educação Superior. Leia na integra a Convenção.

Sindicato conquista INPC e abono em outubro

Reajuste salarial: INPC (3,3%) de uma só vez + abono de 2% em outubro

O reajuste de 3,3% se aplica aos salários a partir de 1º de abril, sendo pagos de uma só vez. Em outubro, os professores farão jus a um abono de 2% do salário daquele mês, sem incorporação.

SINPRO-RIO MANTÉM TODAS AS CLÁUSULAS SOCIAIS
Com a manutenção das cláusulas sociais, os professores continuarão com os direitos constantes da atual Convenção, como: pisos salariais, anuênio, pagamento das atividades extraordinárias e janelas, adicionais por aprimoramento acadêmico, licença para aprimoramento acadêmico, multas na ocasião da demissão, complementação de auxílio doença, estabilidade da gestante e na pré-aposentadoria, e outras, que fazem com que os docentes do ensino superior do Rio tenham a melhor Convenção Coletiva do país.

COM A MANUTENÇÃO DO ANUÊNIO, O REAJUSTE DA MAIORIA DOS PROFESSORES DO ENSINO SUPERIOR SERÁ DE 4,3%
A manutenção do adicional por tempo de serviço (anuênio de 1%) é um ganho real para os professores. Logo, a maior parte dos docentes terá um reajuste de 1,033 x 1,01 = 1,043, ou seja, 1% de ganho real. Comissão Paritária Foi criada uma Comissão Paritária que discutirá, durante o ano de 2007, temas como: Educação à Distância, Pós-Graduação, duração das aulas noturnas e atualização da Convenção à nova legislação educacional (LDB).
Veja comentário.

Contribuição Assistencial – prazo para direito de oposição
A cláusula da contribuição assistencial estabelece o desconto de 2% (dois por cento) do salário, de uma só vez, no pagamento do mês de junho, garantido ao professor o direito de prévia oposição ao desconto, aprovado pela assembléia da categoria, no prazo de 20 (vinte) dias contados da data da assinatura da Convenção (dia 28 de maio de 2007), somente quando manifestada direta e pessoalmente na sede ou subsedes do Sinpro-Rio. O prazo para exercício do direito de oposição termina em 18 de junho (inclusive).

Fortaleça o seu Sindicato – Contribuição Assistencial, uma necessidade

<- Voltar