Caso Galileo: bancada de deputados federais do Rio de Janeiro vai a Brasília exigir providências

Notícias

06/02/2014

A bancada de deputados federais do Estado do Rio de Janeiro, junto ao deputado Robson Leite (PT), se reuniu em Brasília na última quarta-feira, dia 05 de fevereiro, para discutir as questões acerca do descredenciamento da Universidade Gama Filho e da UniverCidade e da medida de transferência assistida pelo MEC. Além disso, os deputados entregaram um ofício ao Ministro José Henrique Paim exigindo providências frente a crise.

Os deputados propuseram a criação da Insaes contemplando a intervenção nas duas instituições de ensino, tal como o deputado Robson Leite já havia sugerido na entrega do relatório final da CPI da Educação Superior Privada, em outubro do ano passado.

Na reunião, os deputados presentes decidiram solicitar uma reunião da bancada com a presidente Dilma para mostrar que há solução para o caso que não o descredenciamento.

Leia abaixo a íntegra do ofício que a bancada de deputados do Estado do Rio de Janeiro entregou ao ministro Paim:

Ofício nº 001/2014 – GDHL/BSB Brasília, 05 de fevereiro de 2014.
A Sua Excelência o Senhor José Henrique Paim Fernandes
Ministro de Estado da Educação

A Bancada do Estado do Rio de Janeiro, extremamente preocupada com a situação dramática que atinge alunos, professores, funcionários e familiares da Universidade Gama Filho e UniverCidade, decidiu por unanimidade exigir do Ministério da Educação as seguintes providências:

1. Decretar imediata a intervenção Federal nas instituições;
2. Dar início a Federalização das mesmas através da transformação do CEFET/RJ em Universidade Federal de Ciências Aplicadas do Rio de Janeiro encampando os estudantes da Universidade Gama Filho e do Centro Universitário da Cidade e contratando temporariamente professores e funcionários das IES;
3. Emissão de documento oficial do MEC garantindo o direito ao lançamento das notas no sistema e a emissão do diploma de todos os formandos em caráter urgentíssimo.Certos de sensibilizar Vossa Excelência no mister de preservar as Instituições de Ensino Superior, solicitamos se digne determinar, a quem couber por ofício, a adoção das providências supra.

Atenciosamente, Bancada do Estado do Rio de Janeiro

Na reunião, os deputados presentes decidiram solicitar uma reunião da bancada com a presidente Dilma para mostrar que há solução para o caso que não o descredenciamento.

Leia abaixo a íntegra do ofício que a bancada de deputados do Estado do Rio de Janeiro entregou ao ministro Paim:

Ofício nº 001/2014 – GDHL/BSB Brasília, 05 de fevereiro de 2014.
A Sua Excelência o Senhor José Henrique Paim Fernandes
Ministro de Estado da Educação

A Bancada do Estado do Rio de Janeiro, extremamente preocupada com a situação dramática que atinge alunos, professores, funcionários e familiares da Universidade Gama Filho e UniverCidade, decidiu por unanimidade exigir do Ministério da Educação as seguintes providências:

1. Decretar imediata a intervenção Federal nas instituições;
2. Dar início a Federalização das mesmas através da transformação do CEFET/RJ em Universidade Federal de Ciências Aplicadas do Rio de Janeiro encampando os estudantes da Universidade Gama Filho e do Centro Universitário da Cidade e contratando temporariamente professores e funcionários das IES;
3. Emissão de documento oficial do MEC garantindo o direito ao lançamento das notas no sistema e a emissão do diploma de todos os formandos em caráter urgentíssimo.Certos de sensibilizar Vossa Excelência no mister de preservar as Instituições de Ensino Superior, solicitamos se digne determinar, a quem couber por ofício, a adoção das providências supra.

Atenciosamente, Bancada do Estado do Rio de Janeiro

Leia abaixo a íntegra do ofício que a bancada de deputados do Estado do Rio de Janeiro entregou ao ministro Paim:

Ofício nº 001/2014 – GDHL/BSB Brasília, 05 de fevereiro de 2014.
A Sua Excelência o Senhor José Henrique Paim Fernandes
Ministro de Estado da Educação

A Bancada do Estado do Rio de Janeiro, extremamente preocupada com a situação dramática que atinge alunos, professores, funcionários e familiares da Universidade Gama Filho e UniverCidade, decidiu por unanimidade exigir do Ministério da Educação as seguintes providências:

1. Decretar imediata a intervenção Federal nas instituições;
2. Dar início a Federalização das mesmas através da transformação do CEFET/RJ em Universidade Federal de Ciências Aplicadas do Rio de Janeiro encampando os estudantes da Universidade Gama Filho e do Centro Universitário da Cidade e contratando temporariamente professores e funcionários das IES;
3. Emissão de documento oficial do MEC garantindo o direito ao lançamento das notas no sistema e a emissão do diploma de todos os formandos em caráter urgentíssimo.Certos de sensibilizar Vossa Excelência no mister de preservar as Instituições de Ensino Superior, solicitamos se digne determinar, a quem couber por ofício, a adoção das providências supra.

Atenciosamente, Bancada do Estado do Rio de Janeiro

1. Decretar imediata a intervenção Federal nas instituições;
2. Dar início a Federalização das mesmas através da transformação do CEFET/RJ em Universidade Federal de Ciências Aplicadas do Rio de Janeiro encampando os estudantes da Universidade Gama Filho e do Centro Universitário da Cidade e contratando temporariamente professores e funcionários das IES;
3. Emissão de documento oficial do MEC garantindo o direito ao lançamento das notas no sistema e a emissão do diploma de todos os formandos em caráter urgentíssimo.Certos de sensibilizar Vossa Excelência no mister de preservar as Instituições de Ensino Superior, solicitamos se digne determinar, a quem couber por ofício, a adoção das providências supra.

Atenciosamente, Bancada do Estado do Rio de Janeiro

1. Decretar imediata a intervenção Federal nas instituições;
2. Dar início a Federalização das mesmas através da transformação do CEFET/RJ em Universidade Federal de Ciências Aplicadas do Rio de Janeiro encampando os estudantes da Universidade Gama Filho e do Centro Universitário da Cidade e contratando temporariamente professores e funcionários das IES;
3. Emissão de documento oficial do MEC garantindo o direito ao lançamento das notas no sistema e a emissão do diploma de todos os formandos em caráter urgentíssimo.Certos de sensibilizar Vossa Excelência no mister de preservar as Instituições de Ensino Superior, solicitamos se digne determinar, a quem couber por ofício, a adoção das providências supra.

Atenciosamente, Bancada do Estado do Rio de Janeiro