CUT exige o fim do superávit primário em audiência com o governo

Sem categoria

Em audiência no dia 26 de novembro, no Palácio do Planalto, o presidente da CUT, Artur Henrique, falando em nome de todas as centrais brasileiras, disse que o Governo Federal precisa acabar com o superávit primário.

"Não é possível que, num momento de crise como este, uma montanha de dinheiro seja usada para pagamento de dívidas, em vez de ser aplicada em investimentos produtivos que gerem desenvolvimento, emprego e renda", disse.

Artur Henrique insistiu na necessidade de o governo eliminar a ameaça da demissão ?estabelecendo de forma clara, e rápida, uma série de mecanismos que acenem para a proteção dos empregos atuais e para a preservação do ritmo de geração de novos empregos".

À noite, a Presidência da República ofereceu um jantar aos mais de mil participantes, no qual o presidente da CUT reforçou as propostas apresentadas durante a audiência, entregando ao presidente Lula o documento unificado das centrais, com propostas de enfrentamento da crise, desenvolvimento e distribuição de renda.

Para saber mais sobre a audiência clique aqui