Décimo Fórum da Educaç?o Superior conta com representantes de Conselhos Regionais

Notícias

Na última sexta-feira, dia 25 de junho, aconteceu a 10º ediç?o do Fórum Permanente da Educaç?o Superior, que tem por objetivo pensar temas relacionados ao Ensino Superior privado no país.

Abrindo o evento, o presidente do Sinpro-Rio, professor Wanderley Quêdo, destacou que a autonomia democrática das universidades n?o pode servir de desculpa para que as entidades que gerem a Educaç?o Superior privada façam o que quiserem. Nesse sentido, o Fórum deveria ser reflexivo e propositivo em relaç?o a estas e outras quest?es.

"Devemos discutir os temas ligados ao Ensino Superior e as reflex?es tem que servir para apontar caminhos. O fórum n?o foi pensado para discutir quest?es meramente salariais", destacou.

Tal iniciativa se faz necessária, segundo o professor, porque os interesses internacionais já cooptam diversos pensadores para embasarem suas atividades na Educaç?o privada.

"E os professores devem entender a posiç?o da categoria dentro desse contexto. É um equívoco pensar que a defesa dessa instituiç?o é a defesa dos professores", comentou.

A diretora Ana Lúcia Guimar?es apresentou as contribuiç?es da Conferência Nacional de Educaç?o (Conae) e do XIV Conselho Sindical (Consind) da Confederaç?o Nacional dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino (Contee) para a Educaç?o Superior. "A luta contra a mercantilizaç?o da Educaç?o é tradicional na Contee, é bandeira de luta. Já no Consind foi bastante discutida a concepç?o de naç?o que desejamos ter", destacou a professora. A diretora Magna Corrêa, por sua vez, falou sobre o processo de mercantilizaç?o da Educaç?o e repassou todo o processo que, em sua vis?o, teve grande impulso na década de 1990.

"Esse foi o momento mais célebre do problema. Vivemos rodeados por um mercado financeiro que vive de plantar factoides", avaliou a professora. Ao fim da reuni?o, o diretor Paulo Cesar Azevedo Ribeiro, após levantar propostas para o próximo Fórum, recordou a situaç?o falimentar dos Centros Universitários.

Duas representantes de conselhos regionais - de Fonoaudiologia e de Contabilidade - Cláudia Graça e Sônia Barbosa, respectivamente, estiveram presentes ao Fórum. Ambas defenderam uma aç?o conjunta das instituiç?es em defesa da Educaç?o de qualidade.