Usamos cookies de serviços de terceiros para atividades de marketing e para oferecer uma melhor experiência. Leia sobre como usamos cookies em nossa política de privacidade.


Política de privacidade

Docentes fazem campanha em defesa do piso para professores

Através de manifestações em assembléias, audiências e reuniões, docentes de dez estados brasileiros protestam a favor da Lei do Piso Nacional do Magistério. Segundo os professores, a Lei Nº 11.738/08, sancionada há 3 meses pelo presidente Lula, que estabelece o piso de R$ 950 para a categoria, está sendo questionada por alguns estados e municípios, que alegam que o piso impossibilita a adequação a uma outra Lei Federal, a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

O piso, que passa a vigorar em 1º de janeiro de 2009, prevê que estados e municípios que não puderem pagá-lo receberão ajuda da União, embora o texto não especifique quando e como o repasse será feito. Participam do ato os estados de Alagoas, Bahia, Goiás, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Sergipe.

<- Voltar

Através de manifestações em assembléias, audiências e reuniões, docentes de dez estados brasileiros protestam a favor da Lei do Piso Nacional do Magistério. Segundo os professores, a Lei Nº 11.738/08, sancionada há 3 meses pelo presidente Lula, que estabelece o piso de R$ 950 para a categoria, está sendo questionada por alguns estados e municípios, que alegam que o piso impossibilita a adequação a uma outra Lei Federal, a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

O piso, que passa a vigorar em 1º de janeiro de 2009, prevê que estados e municípios que não puderem pagá-lo receberão ajuda da União, embora o texto não especifique quando e como o repasse será feito. Participam do ato os estados de Alagoas, Bahia, Goiás, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Sergipe.

<- Voltar