Educaç?o Infantil em debate no Sinpro-Rio

Notícias

O Sinpro-Rio sediou, no dia 1º de junho, o Fórum Permanente da Educaç?o Infantil. A assembleia é realizada através de uma articulaç?o de professores, entidades públicas e organizaç?es n?o governamentais interessados em propor caminhos para a educaç?o infantil no Estado. As palestrantes convidadas para o evento foram Marinêz Vicente Sim?es (Nucrep), que contextualizou a educaç?o no estado e Maria Fernanda Rezende Nunes (Unirio), que falou sobre a quest?o da inclus?o nas escolas.

A professora Marinêz iniciou a assembleia fazendo um histórico do Fórum. Ela comparou a evoluç?o entre os seus anos iniciais e a atual situaç?o. De acordo com a educadora, o evento tornou-se, no Rio de Janeiro, um dos mais abertos e com maior participaç?o do público. Os objetivos e a atuaç?o das reuni?es também foram apresentados, assim como as dificuldades e facilidades que permeiam as reuni?es.

A segunda palestra teve como tema a situaç?o da educaç?o infantil na Baixada Fluminense. Maria Fernanda exibiu dados estatísticos do IBGE e do censo escolar sobre as crianças que est?o matriculadas na Educaç?o Infantil em todo o Estado do Rio de Janeiro, comparando as situaç?es das cidades. Ela mostrou dados alarmantes, como municípios onde menos da metade das crianças de uma determinada faixa etária n?o est?o matriculada nas escolas.

Após as exposiç?es, o fórum foi aberto para os debates. Os professores presentes sentiram a necessidade de se territorializar e particularizar pesquisas como esta, já que os dados n?o correspondiam fielmente à atual situaç?o dos municípios. Outra quest?o tratada foram as diferenças entre a Regi?o dos Lagos e a regi?o metropolitana do Rio. A primeira conseguiu avanços significativos no setor da educaç?o infantil, enquanto a segunda ainda possui dificuldades.

A professora Maria Fernanda ainda criticou a falta de formaç?o dos diretores de escolas, que n?o têm preparo para atuar no cargo. Ela também falou sobre a rotatividade dos profissionais de educaç?o. A docente prop?e a utilizaç?o de critérios para cada etapa da educaç?o. Por fim, a diretora do Sinpro-Rio, Rosi Menescal, atentou para a necessidade de se legitimar a identidade da Educaç?o Infantil.