Fórum de Educação Infantil no Sinpro-Rio

Sem categoria

O Fórum de Educação Infantil/RJ, que acontece toda primeira terça-feira do mês, teve sua edição de setembro realizada no auditório do Sinpro-Rio, na sede do Centro. Desta vez, as discussões foram sobre a formação continuada do professor. A mediadora Léa Tiriba recebeu as palestrantes Madalena Freire e Maria Cecília Almeida e Silva para falarem sobre o Instituto de Educação Superior Pró-Saber.

Antes da exposição dos pontos principiais do instituto, Wanderley Quêdo, presidente do Sinpro-Rio, deu boas-vindas aos presentes e apresentou, em Linhas Gerais, o trabalho do Sindicato. Wanderley também reforçou a importância das condições de saúde do professor e de um calendário único para as escolas do Rio de Janeiro. Em seguida, Fernanda Nunes, professora da UNIRIO, falou sobre o objetivo do Fórum, para os que participavam pela primeira vez.

A primeira palestrante a tratar do Instituto de Educação Superior Pró-Saber foi Maria Cecília Almeida. Cecília falou basicamente dos objetivos do programa, que trabalha na formação continuada de professores, oferecendo Curso Normal Superior em Pedagogia para quem já trabalha em Educação. A educadora ressaltou o fato de o curso ter unidades espalhadas em 23 comunidades populares do Rio de Janeiro.

Em seguida, Madalena Freire tratou da forma como o curso se desenvolve durante os três anos de duração e de sua linha pedagógica. Para ela, o objetivo principal do curso é acabar com algumas obviedades desse segmento do ensino. Para isso, ele se desenvolve em três partes:

Na primeira fase, o objetivo é o questionamento de alguns paradigmas da Educação Infantil. Logo após, o aluno se depara com os principais autores, em condições de confrontá-los com suas dúvidas. Por último, como resultado de tudo, o aluno desenvolve uma monografia.

Madalena ainda destacou que grande parte do curso acontece com trabalhos em grupo. Para ela, o processo educacional não acontece como se fosse um monólogo. Por isso, é preciso que haja constantemente diálogo.

- Educar é criar vínculos - declarou Madalena, ressaltando a importância de que o educador entenda o aluno e sinta-se estimulado a educá-lo. Para ela, o processo de aprendizagem não é natural e é preciso "certa agressividade", como a própria a educadora definiu.

Confira as fotos aqui.