Greve continua na Cândido Mendes por descumprimento de acordo!

Sem categoria

Os professores da Cândido Mendes decidiram continuar em greve até a próxima quinta-feira, dia 9, quando será realizada uma nova assembléia, às 12h, na sala 410, da unidade Centro, para tomar novas decisões, com base nas negociações efetuadas com a direção.

A manutenção da greve se deu pelo descumprimento do acordado pelo professor Cândido Mendes com a Associação de Professores da instituição (PROCAM), pois o Reitor havia prometido pagar, na data de hoje, dia 7/11, todo o atrasado salarial correspondente ao mês de agosto passado.

Provavelmente, os salários de agosto serão pagos nesse intervalo de tempo. Ficarão faltando os de setembro e outubro, que já deveriam ter sido pagos e, segundo proposta do Prof. Cândido Mendes, recebida hoje pela PROCAM, farão parte de negociações, assim como os próximos salários, incluindo 13° e férias (Chegamos a este ponto: nossos salários não são mais um direito inconteste, mas algo que pode ser negociado...). Também faz parte dessa proposta, uma redução de custos de 15% por semestre, durante um período de dois anos, o que significaria um corte de despesas (provavelmente salários e empregos) da ordem de 50% ao final do biênio.

Muitos professores vêem como único caminho a formação de uma comissão de professores e funcionários para participar da gestão da Universidade, contanto que tivessem total acesso às contas da empresa e que pudessem trabalhar sem decisões tomadas a priori.

Tudo isso será ainda motivo de discussão para a próxima assembléia, a ser realizada na quinta-feira, dia 09 de novembro, às 12:00, na sala 410 da unidade Centro. Para ver o informe do Sindicato dos Professores sobre o assunto, é só acessar www.sinpro-rio.org.br.