Greve de professores na Candido Mendes continua!

Notícias

Os professores da Universidade Candido Mendes, em assembleia, decidiram manter a greve, que foi iniciada desde 16 de fevereiro. Os professores reivindicam quatro meses de salários atrasados, o complemento do 13º e o pagamento dos passivos trabalhistas acumulados desde 2001.

Segundo a Associação de Professores Candido Mendes (Procam), o fim da greve só acontecerá se instituição pagar os salários atrasados, inclusive o 13º, e assumir, por escrito, um calendário de pagamento dos passivos. A próxima assembleia dos professores acontece nesta quarta-feira, dia 4, às 12h30, no Campus Centro, sala 507.