Sinpro-Rio repudia ameaça ao ensino público em áreas de Ciências Sociais

Postado: sexta-feira, 26 abril , 2019

O Sinpro-Rio repudia a ameaça do presidente Jair Bolsonaro em aniquilar o ensino público de áreas como Filosofia e Sociologia. Colocando os dedos em mais um twitter giratório, o presidente sinaliza com o fim das disciplinas de Ciências Sociais.

Ele aponta para nós, professoras e professores, e atira contra a liberdade de cátedra e a autonomia ao ato de educar e de aprender.

Respondemos com Immanuel Kant: “Não se ensina filosofia; ensina-se a filosofar” e com Réné Descartes: “A filosofia é a que nos distingue dos selvagens e bárbaros; as nações são tanto mais civilizadas e cultas quanto melhor filosofam seus homens”.

Respondemos também com Paulo Freire, tão vilipendiado nestes tempos sombrios em que vivemo e tão respeitado pelo chamado mundo civilizado: “Todo amanhã se cria num ontem, através de um hoje. Temos de saber o que fomos, para saber o que seremos”.

E encerramos com Darcy Ribeiro: “A crise da educação no Brasil não é uma crise; é um projeto”. Mais do que nunca este projeto está sendo colocado em prática.

Vamos lutar e resistir!