Nota do Sinpro-Rio: orientações aos/às professores/as

Notícias
Nota do Sinpro-Rio: orientações aos/às professores/as

A greve foi deflagrada pela categoria para defender a saúde dos professores/as, dos alunos, familiares e demais trabalhadores da comunidade escolar.

Não existem condições para o retorno às atividades presenciais, conforme estudos elaborados pela Fundação Oswaldo Cruz.

As atividades remotas (teleaulas), embora precarizem o ensino e aumentem o trabalho dos professores/as, poderão seguir. A deliberação foi pela greve parcial SEM O RETORNO DAS ATIVIDADES PRESENCIAIS.

O que está em jogo é o direito à VIDA.

Ressaltamos que o Decreto nº 47152/2020 do Governo do Estado, que é válido da creche ao ensino médio e universidades privadas e públicas, proibiu a abertura dos estabelecimentos até o dia 21 de julho de 2020.

  • GREVE PELA VIDA!
  • NÃO À VOLTA À ESCOLA, AGORA!
  • CONTINUAREMOS COM AS ATIVIDADES REMOTAS!

DIRETORIA DO SINPRO-RIO

  • Fique por dentro do Decreto AQUI!