Novas demissões promovidas pela Estácio

Notícias
Novas demissões promovidas pela Estácio

O Sinpro-Rio teve ciência que a instituição, no meio de um processo judicial de negociação coletiva, optou por promover a dispensa dos/as professores/as.
A notificação de dispensa é, no mínimo, precipitada, visto que no dia 15/07/2020, em mediação realizada pelo Tribunal do Trabalho, junto com o Sinpro-Rio, a instituição se comprometeu a apresentar proposta para celebração de acordo coletivo, visando minorar as dispensas no final do primeiro semestre letivo de 2020.
O Sinpro-Rio entende ser incompatível a notificação de dispensa dos/as professores/as com um processo negocial que tem como base a preservação dos empregos.
Contudo, a postura desrespeitosa da Estácio ao processo negocial não é novidade. Já vivenciamos essa situação na arbitrária DISPENSA EM MASSA promovida em dezembro de 2017 e nos semestres seguintes. A Estácio, inclusive, já foi condenada ao pagamento de indenizações por conta dessa postura arbitrária.
O Sinpro-Rio seguirá firme na defesa dos/as professores/as e está convocando uma reunião virtual com os/as dispensados/as para a próxima semana, dia 20 de julho, às 14h, via aplicativo ZOOM. Nela daremos esclarecimentos importantes para o processo de homologação, já realizado ou não.
Para solicitar o link da reunião mande e-mail para demissoesestacio2020@sinpro-rio.org.br, com nome completo, unidade que trabalhava, telefone para contato e CPF.
Alertamos aos professores/as que, há bastante tempo, o Sinpro-Rio tem ajuizado ações trabalhistas em razão das irregularidades no pagamento das aulas de EAD; das diferenças salariais por conta de redução de carga; quitação irregular da remuneração de coordenação, dentre inúmeros outros direitos não observados no curso do contrato de trabalho com ganho de causa para a categoria.