Professores decidem eixos de luta da Campanha Salarial de 2008

Notícias

O Sinpro-Rio realizou no dia 8 de março as primeiras Assembléias da Campanha Salarial 2008. Na ocasião, os professores da Educação Básica e da Superior se reuniram, na Associação Brasileira de Imprensa (ABI), para definir o índice de reajuste salarial e as demais reivindicações da categoria, que foram encaminhadas ao sindicato patronal. Durante as assembléias, foi informado à categoria que as primeiras reuniões paritárias (Sindicato e patrões) seriam no dia 13 de março, para o Ensino Superior, e no dia 18, para a Educação Básica. As datas das próximas Assembléias serão oportunamente divulgadas pelo Sindicato.

A Assembléia da Educação Básica, iniciada às 10h30, aprovou como eixo de luta na Campanha Salarial de 2008: reajuste salarial pelo INPC + 2% de ganho real; manutenção das cláusulas sociais da atual convenção coletiva; e novas cláusulas, que inclui a luta pela elaboração de um calendário único, definindo 30 dias de férias em janeiro e recesso de 20 dias em julho.

Já os professores da Educação Superior, que se reuniram por volta das 13h30, tiveram como reivindicações: Reajuste salarial pelo INPC + 2% de ganho real; manutenção das cláusulas sociais da atual convenção coletiva, e novas cláusulas. Entre elas, a hora-atividade , que estabelece o adicional de 5% destinado ao pagamento do trabalho desenvolvido fora do estabelecimento na preparação de aulas, provas, exercícios e correções.

Tanto nas reivindicações da Educação Básica, como nas do Superior, foi aprovada uma importante cláusula nova que estabelece diploma de licenciatura para o exercício de tutor na Educação à Distância (EAD).

Veja as propostas completas dos professores da Educação Básica e Superior