Rio ocupa as ruas contra a crise e em defesa de emprego, salário e direitos

Notícias

No dia 30 de março, o Brasil foi às ruas contra a crise, pela redução dos juros e da jornada de trabalho e por emprego, salários e direitos. As manifestações fazem parte da Jornada Intercontinental de Luta, organizada pela CUT e pela Confederação Sindical das Américas. A idéia é fazer ecoar pelos continentes o que a CUT vem pregando no Brasil desde o início: "Os trabalhadores não pagarão a conta da crise".

No Rio, duas manifestações foram realizadas como parte da mobilização nacional. A primeira ocorreu no Centro, onde os organizadores promoveram uma passeata entre a Candelária e a Cinelândia. A Avenida Rio Branco foi tomada pelas cores e pelos militantes e dirigentes das centrais sindicais, partidos políticos e movimentos sociais, na luta por emprego, salário, investimento e direitos. A manifestação chegou a reunir cerca de 3 mil pessoas. A outra aconteceu no centro de Volta Redonda, cidade do Médio Paraíba, região afetada pela crise econômica no estado.

Veja as fotos aqui