Sinpro-Rio tem Ação Coletiva ajuizada para pagamento de diferenças no reajuste do FGTS

Destaque na primeira pagina, Notícias


Sinpro-Rio tem Ação Coletiva ajuizada para pagamento de diferenças no reajuste do FGTS

O Sinpro-Rio informa que ajuizou ação coletiva em 2019, visando a condenação da Caixa ao pagamento das diferenças do cálculo de reajuste do FGTS para todos os professores.
Não há necessidade, neste momento, para o ajuizamento de ação individual, em virtude da ação coletiva do Sinpro-Rio. O andamento do processo foi suspenso pelo Juiz de primeira instância, que aguardará a decisão do STF sobre a matéria.
Alertamos que o juiz ainda não definiu o pedido de representação de toda a categoria dos professores. É recomendável, contudo, que o professor seja sindicalizado para não correr o risco de ser excluído da abrangência na hipótese de uma eventual decisão favorável, como já ocorreu em outros processos.