Trabalhadores entregam plataforma ao governador Sérgio Cabral

Notícias

No dia 15 de julho, a Central Única dos Trabalhadores (CUT) entregou ao governador Sérgio Cabral, a Plataforma da Classe Trabalhadora para diversos temas importantes, entre eles, educaç?o. Três diretores do Sinpro-Rio estiveram presentes ao evento: Glorya Ramos, que também faz parte da diretoria executiva da CUT-RJ, Elson Sim?es e Oswaldo Teles.

O documento também foi entregue a outros políticos como Carlos Minc, Lindberg Farias e Gilberto Palmares. Segundo Glorya, o momento foi importante para conhecer a prioridade que os candidatos dar?o à educaç?o. "Queremos saber qual o real comprometimento deles com educaç?o, já que entre as propostas está a regulamentaç?o do ensino privado", indagou.

Para ela, o projeto da classe trabalhadora é importante para o Estado brasileiro. "O presidente nacional da CUT veio para apresentar a plataforma e arrancar o compromisso do governador com a classe", contou.

A CUT, à qual o Sinpro-Rio é filiado, incluiu entre as propostas temas ligados ao meio educacional. "Entre as que afetam diretamente o ensino está a regulamentaç?o do setor privado. A educaç?o privada é uma concess?o do poder público. Ela n?o é exclusiva de um dono, deve obedecer a uma regulamentaç?o que, no Estado e no Município do Rio, n?o existem. Aliás, poucos estados têm a escola particular formando uma rede regulamentada", comentou ela, acrescentando que as férias em janeiro para a rede privada foram vetadas pelo prefeito e o governador do Rio. "Enquanto sindicato cutista, queremos colaborar para que arranquem esse compromisso, que é uma quest?o da saúde do trabalhador. O que significa vetar essa reivindicaç?o dessa causa t?o justa dos trabalhadores?", questiona a sindicalista.

O ex-ministro e atual deputado estadual Carlos Minc ressaltou a importância do evento sindical. "O movimento sindical avançou muito no Brasil. Está além do muro da fábrica, tem pensado e debatido sobre educaç?o, saneamento, transportes. Isso representa um grande amadurecimento. E, quando entrega essas propostas aos candidatos, isso é muito positivo", salientou.

Já o deputado estadual Gilberto Palmares pontuou que trata-se do melhor momento para se discutir e apresentar ideias. "É bastante oportuno fazer isso no momento eleitoral. Os vários segmentos, inclusive o patronato, costumam elaborar proposiç?es e cobrar dos candidatos um posicionamento. Os sindicatos devem fazer o mesmo", sugeriu o parlamentar, que acrescentou pensar que a CUT acerta quando elabora um plano e procura as candidaturas, especialmente as que afirmam estar identificadas com os trabalhadores.

Participaram da mesa do evento, além do governador Sérgio Cabral, do ex-prefeito de Nova Iguaçu Lindberg Farias, do ex-ministro Carlos Minc e do deputado Gilberto Palmares; o presidente nacional da CUT, Arthur Henrique; o presidente do Sindicato dos Bancários, Almir Aguiar; o presidente da CUT-RJ, Darby Igayara; e a vice-presidente da CUT-RJ, Neuza Luiza Pinto.