UCAM, a greve continua

Notícias

Em assembleia realizada no dia 11 de maio, os docentes da Universidade Candido Mendes (UCAM) decidiram continuar em greve, de acordo com a proposta da sua associação de professores, a Procam. Uma nova assembleia está marcada para o dia 14 de maio, às 12h30, no campus da Rua da Assembleia.

Há também a possibilidade de ser solicitada ao MEC uma intervenção nas negociações, que, segundo alguns professores, está sendo prejudicada pelo reitor, que tem pressionado os funcionários pelo fim da greve. Embora, a pedido da Procam, o Sinpro-Rio não esteja participando diretamente da negociação, a diretora Glorya Ramos, afirma que o Sindicato permanecerá acompanhado a situação da universidade:

- O Sindicato se manterá presente, acompanhará e colaborará com o que estiver ao seu alcance - afirmou Glórya.