UCB – Castelo Branco demite e não paga professores

Notícias


UCB – Castelo Branco demite e não paga professores

A Universidade Castelo Branco, repetindo a postura já adotada por vários anos, promove a demissão de mais de 60 professores sem pagar suas verbas rescisórias, além de não ter efetuado os depósitos referentes ao FGTS, o que na verdade, ocorre também com os professores que ainda estão trabalhando.

Porém, curiosamente, anuncia a seleção de novos professores a serem contratados em diversas áreas.

Além do mais, a Castelo Branco contratou um novo gestor, que indicou a demissão, e vem desmarcando as tentativas de contato para negociação, por parte do Sindicato dos Professores, o Sinpro-Rio.

É um desrespeito em cima do outro, pois os professores que ainda estão na UCB acumulam vários meses de salários atrasados, inclusive 13º que não é pago faz cinco anos.

O Sinpro-Rio vem ajuizando inúmeras ações contra a UCB e está se reunindo periodicamente com os professores e professoras da Instituição.
É fundamental que todos os professores e professoras se unam na defesa dos seus direitos!

Sinpro-Rio - Sempre na luta em defesa da categoria!