UCB: mediante ação do Sinpro-Rio, Justiça obriga a emitir novos informes de rendimento

Notícias

25/04/2014

A Justiça do Trabalho proferiu liminar que obriga a Universidade Castelo Branco (UCB) a entregar novos informes de rendimento aos professores. O Sinpro-Rio entrou na Justiça para que, desta vez, os informes registrem o correto valor pago e a totalidade do imposto de renda retido.

No informe inicial, a UCB havia declarado ter pago o integral pagamento dos salários e o integral recolhimento do imposto de renda quando, na verdade, os docentes não receberam o pagamento referente ao adicional das férias gozadas em janeiro de 2013 e o pagamento dos salários de maio, junho e julho de 2013.

“Assim sendo, expeça-se mandado de notificação à ré, com a maior brevidade possível, para que esta proceda a entrega de novos comprovantes de rendimentos referentes ao ano de 2013 relativos a todos os seus professores, no prazo improrrogável de 48 (quarenta e oito) horas, sob pena de multa diária no valor de R$500,00”, afirma o juiz, em trecho da decisão.

A intimação da Universidade Castelo Branco está sendo aguardada para a próxima semana.