UGF: departamento jurídico está avaliando as medidas para regularizar a situação dos professores

Notícias

22/01/2014

Reunidos em assembleia no dia 21 de janeiro, na sede do Sinpro-Rio, os professores da Universidade Gama Filho (UGF) deliberaram por:

- Aguardar a instrução da Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior (Seres) sobre a aplicação das avaliações e conclusão do período;
- Solicitar ao Grupo Galileo a remessa das informações sobre o Imposto de Renda para todos os docentes;
- Ato em favor da federalização na ABI está em processo de organização, com data e local a serem informados no blog da ADGF.

O departamento jurídico do Sinpro-Rio está avaliando quais as melhores medidas jurídicas para reivindicar os salários não pagos e regularizar a situação profissional dos docentes. A situação profissional dos docentes está indefinida, tendo em vista que as Instituições de Ensino estão descredenciadas e que até o momento não há medida demissionária por parte da Galileo Educacional.
As medidas a serem tomadas serão objetos de discussão da próxima assembleia , que será realizada no dia 04 de fevereiro, terça-feira, às 18h, na sede do Sinpro-Rio .