SINPRO-RIO DENUNCIA ESCOLAS ÀS AUTORIDADES RESPONSÁVEIS

Notícias
SINPRO-RIO DENUNCIA ESCOLAS ÀS AUTORIDADES RESPONSÁVEIS

Após receber diversas denúncias de escolas que têm descumprido as normas de segurança e protocolos sanitários para proteção contra o Coronavírus, o Sinpro-Rio procurou tais instituições, solicitando que as escolas apresentassem os nomes dos professores/as que estão afastados por pertencerem ao grupo de risco ou que residam com pessoas do mesmo grupo. Pedimos também que nos fosse informado se todos os profissionais, quando foram convocados/as para o trabalho presencial, foram testados/as para o COVID-19, como determinam a lei Estadual 8997/2020, e a decisão proferida pelo TRT no Mandado de Segurança da ação de suspensão das aulas no Estado do Rio de Janeiro.
Diante do não recebimento de resposta por parte de algumas instituições, o Sinpro-Rio vai enviar ofício às autoridades responsáveis e também ao Secretário Estadual de Educação do Rio de Janeiro, prof. Comte Bittencourt, denunciando o descaso das escolas abaixo listadas com a saúde de seus professores/as, funcionários, estudantes e familiares, e solicitando que o governo do Estado tome providências para garantir a segurança da comunidade escolar.

》 Confira as denúncias encaminhadas pelo Sinpro-Rio:

1) AMERICANA, Escola do Rio de Janeiro - Barra/Gávea
- Caso de COVID-19. Não ocorreu suspensão de aulas presenciais. Há relatos de outros casos.

2) BARILAN, ColégioTTH - Copacabana/Tijuca
- Caso de COVID-19 confirmado e escola fechada pelo poder público.

3) BATISTA SHEPPARD, Colégio -Tijuca
- Não fez testagem, não fornece materiais de proteção, professores/as com mais de 60 anos e com comorbidades trabalhando, o colégio não tem álcool em gel na sala dos professores.

4) BOM TEMPO, Creche - Botafogo
- A creche está com casos de COVID-19.

5) CEEVA, Centro Ed. Evangélico Vieira Aguiar - Jacarepaguá
- Material precário de segurança e casos de contaminação de professores.

6) CEI da Barra - Centro Ed. l Espaço Integrado - Barra da Tijuca
- Não fizeram testagem COVID-19.

7) CEL - Intercultural School – Barra - Barra da Tijuca
- Alunos e professores afastados com suspeita de COVID-19.

8) CEL – Norte Shopping - Norte Shopping
- Casos de COVID-19 na unidade. Profissionais continuam trabalhando presencialmente.

9) CORCOVADO, Escola Alemã - Botafogo
- Ocorreu caso de estudante com COVID-19. Não ocorreu suspensão de aulas.

10) CRIATIVA, Creche Escola - Botafogo
- Crianças sem máscaras. Não fizeram testes nos funcionários/as

11) ELITE, Colégio - Tijuca/ Saens Peña/Irajá/Taquara/Madureira/Norte Shopping/Ilha do Governador/Vila Valqueire/Campo Grande/Bangu
- Unidades com salas sem ventilação, sem nenhum tipo de janela, incluindo a sala de professores.

12) JARDIM BOTÂNICO, Creche Escola - Jardim Botânico
- Funcionários/as do grupo de risco trabalhando.

13) MAPLE BEAR - Botafogo
- Professores/as testaram positivo, tendo tido contato com a equipe e crianças a semana inteira. O PCR havia sido exigência da escola.
- Pararam por alguns dias. Também estão submetendo os funcionários/as a assinar um termo de consentimento de retorno presencial desresponsabilizando a escola.

14) MIRAFLORES, Centro Educacional - Laranjeiras/Barra da Tijuca
- Não houve testagem nos profissionais que lá trabalham. Não há respeito ao distanciamento. Professores/as que moram com alguém de grupo de risco sendo obrigados a retornar às aulas presenciais.

15) MOPI, Colégio - Itanhangá
- Casos de COVID-19 e professores/as que tiveram contato continuam trabalhando.
- Crianças andando sem máscaras pela escola.

16) PALLAS, Colégio - Tijuca/Recreio
- Falta de equipamentos de proteção, compartilhamento de material, aglomeração.

17) PEQUENO HERÓI, Jardim Escola - Olaria
- Retornou às aulas com casos de COVID-19. Não informaram a comunidade escolar.
- A escola é totalmente fechada, sem ventilação e não está seguindo todas as orientações de segurança.

18) PPEI BILINGUE, Escola - Méier
- Escola exigiu testes dos professores, mas se recusou a pagar. Não afere temperatura e não tem álcool em gel nos potes das salas.

19) QI, Colégio Tijuca/Rio2/Recreio/Freguesia/Méier
- Recusa a pagar testes para professores/as e funcionários/as.

20) SUÍÇO, Escola - Barra da Tijuca
- Casos de COVID-19, estudantes aglomerados e sem máscaras.

》Leia a notícia anterior sobre o tema: AUMENTAM DENÚNCIAS DE COVID-19 NAS ESCOLAS.

》》TAMBÉM DESEJA FAZER UMA DENÚNCIA?

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é denuncie-covid-na-escola-1-1-1024x603.jpg